Curso gratuito de linguagem de programação

 

Curso gratuito de linguagem de programação está com inscrições abertas para alunos da rede pública

 

Jovens interessados em tecnologia têm uma oportunidade gratuita de aprender mais sobre programação para computadores. O Go Code, um projeto de voluntariado corporativo realizado pelo Grupo RBS e pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, oferece 20 vagas para estudantes de toda a rede pública de Porto Alegre. As inscrições vão de 2 a 14 de abril e devem ser feitas exclusivamente pelo site do projeto.

Em sua segunda edição, o Go Code é aberto para estudantes do Ensino Médio das redes municipal, estadual e federal da capital. Com duração de oito meses, o curso busca estimular talentos em uma área promissora, mas que sofre com a falta de profissionais qualificados. Segundo estimativas da International Data Corporation (IDC), em 2014 o Brasil tinha um déficit de 39,9 mil vagas na área de tecnologia, número que deve crescer ainda mais este ano.  

"É difícil encontrar hoje um jovem que não seja apaixonado por games, que não passe um bom tempo nas redes sociais. Mas infelizmente não são todos que têm acesso a uma internet de qualidade, que conseguem se aprofundar em lógica e programação com a orientação de profissionais qualificados" avalia Lucia Ritzel, gerente-executiva da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho.

O ensino de informática é especialmente deficitário na educação pública, onde 48% das instituições de ensino não possuem computador para uso dos alunos. Ainda que na região Sul o acesso seja maior, contemplando 63,6% dos matriculados, uma parcela significativa ainda tem acesso restrito ao mundo digital em sala de aula.

Com o curso, espera-se incluir os jovens na cultura digital, capacitando-os para entrar no mercado de trabalho de maneira competitiva. E, além disso, compartilhar um conhecimento que possa servir como elemento de transformação individual e social.

Ao final das 31 semanas de aula, os estudantes devem apresentar um projeto final. O aluno mais bem colocado irá ganhar uma bolsa de estudos integral oferecida pelo Instituto JAMA. A Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) também apoia a iniciativa, oferecendo apoio pedagógico e a certificação do curso.

Todos os alunos recebem transporte, alimentação e um laptop para acompanhar as atividades e praticar o conteúdo. Além disso, há uma série de atividades extras, como participação em feiras, seminários e eventos.

Todas as aulas do curso são ministradas por professores voluntários do Grupo RBS. O trabalho funciona no modelo de voluntariado corporativo, em que a empresa cede horas para os funcionários dedicarem a causas sociais. O site do projeto também foi criado nesse modelo. Reunidos em uma hackathon, espécie de maratona de tecnologia, colaboradores do Grupo RBS dedicaram mais de 80 horas à construção da página do curso, que traz informações sobre o projeto e permite a inscrição dos interessados.

Em 2014, os cinco professores envolvidos dedicaram mais de 500 horas ao curso. Além das aulas de lógica, Java e programação mobile, também foi oferecida formação profissional com ênfase em empreendedorismo, postura profissional e construção de currículo.

O mesmo conteúdo será oferecido em 2015, porém de maneira mais detalhada, para que os alunos aprofundem ainda mais o conhecimento. Ao todo, serão 186 horas de aulas técnicas e 93 horas de aula de formação para o mercado.

CRONOGRAMA

Cadastro e prova de lógica – 02/04 a 14/04
Divulgação dos selecionados para exercício presencial – 16/04
Divulgação dos selecionados para entrevista – 24/04
Divulgação dos aprovados – 05/05
Início das aulas: 19/05

AULAS

Terças, quartas e quintas-feiras
Das 14h às 17h30
De 19 de maio a 10 de dezembro

CONTEÚDO

Lógica de programação
Desenvolvimento em linguagem Java
Desenvolvimento de aplicativos mobile
Empreendedorismo
Postura Profissional e construção de currículo