E.E.E.F. 19 de Outubro - Ivoti

 
PEDÁGIO CONTRA DENGUE
 
 
 
 

Dia 08 de abril foi de pedágio contra a dengue. Os alunos da Escola Estadual 19 de Outubro de Ivoti, junto com os amigos da Vigilância Sanitária trabalharam juntos na luta contra essa doença que virou epidemia não só no Brasil, mas também no Rio Grande de Sul. 

Com muita preocupação a esse problema, mobilizamos nossos alunos e motivados, entregamos folders e incentivamos a comunidade a se precaver. Foi muito gratificante e certamente produtivo todo o trabalho e esforço que fizemos, pois não podemos nos deixar vencer, pois como diz o adesivo da dengue: "quem sabe faz agora, não espera adoecer".

 

Fonte:  Colaboração da Prof.  Ana Cláudia da Silva Triches

Esola  19 de Outubro  - Ivoti - 08/04/2015

 

 

 
 
 
 
 
A Escola 19 de Outubro na luta contra a Dengue
 
 

Como todo mosquito, o transmissor da dengue também nos causa impertinência. Ele  é originário do Egito, na África, e vem causando muitos problemas ao Brasil a muito tempo. No Brasil, segundo os primeiros relatos de dengue datam do final do século XIX, em Curitiba (PR), e do início do século XX, em Niterói (RJ). Segundo dados do Ministério da Saúde, a primeira ocorrência do vírus no país, documentada clínica e laboratorialmente, aconteceu em 1981-1982, em Boa Vista (RR), houve epidemias no Rio de Janeiro e em algumas capitais do Nordeste. Desde então, a dengue vem ocorrendo no Brasil de forma continuada e é encontrado em todos os Estados brasileiros.

 

O mosquito transmissor da dengue, denominado - Aedes aegypti -  é o vetor de um arbovírus pertencente à família Flaviviridae e ao gênero Flavivirus. O vírus é envelopado e esférico, apresentando projeções ao longo de sua superfície. Além disso, é um vírus de RNA fita única, comportando-se como RNA mensageiro. O vírus apresenta quatro diferentes sorotipos, conhecidos por DEN-1, DEN-2, DEN-3, segundo, http://www.contagem.cefetmg.br.

 

Atualmente, a doença requer atenção especial da população e dos órgãos vigentes, pois muitos casos de focos de larvas do mosquito estão sendo encontradas na grade Porto Alegre. Precisamos nos conscientizar e tomar medidas preventivas para evitar que o problema se agrave ainda mais. Para tanto, a Escola Estadual de Ensino Fundamental 19 de Outubro já está fazendo a sua parte, criando armadilhas caseiras para as larvas  procurando locais de desenvolvimento da larva do mosquito.

 
 
Fonte: Colaboração da Escola Estadual de Ensino Fundamental 19 de Outubro - Ivoti - 27/03/15
Ana Cláudia da Silva Triches  

Bióloga - CRBio/RS: 081101

Professora de Ciências Naturais, Biologia e Administração - Projovem

 



 

 

Escola 19 de outubro de Ivoti engajada na preservação ambiental desenvolve projeto de coleta do óleo de cozinha

No Brasil, a preservação e conservação ambiental é observada no artigo 225 da Constituição Federal de 1988. Todo tem direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo para as presentes e futuras gerações. Por outro lado, deve-se avaliar qual o volume de recursos extraídos da natureza e a destinação final dos resíduos que são gerados diariamente para atender às necessidades e aos desejos das pessoas. O fato é que a questão ambiental impõe desafios peculiares à gestão e às políticas públicas. A destinação que vem sendo dada aos óleos e gorduras saturados de estabelecimentos comerciais (como restaurantes, lanchonetes e similares) instalados nas áreas urbanas de Ivoti ou descartados pelos moradores, nem sempre é a correta.

Para tanto, com o objetivo de diminuir a poluição do meio ambiente, a Escola 19 de outubro na cidade de Ivoti, mais uma vez conseguiu atingir metas e bater recordes. Recolheu só no ano de 2014 cerca de 300 litros de óleo de cozinha saturado. "Conseguimos encaminhar o óleo para o destino certo, conscientizar a comunidade e ainda com o propósito de incentivar os alunos, organizar um passeio pedagógico em meio à natureza."

 

 

Fonte: Colaboração da Escola - Prof. Ana Cláudia da Silva Triches

Para saber mais: http://cuidadocomogary.blogspot.com.br/