Feira de Cultura Espanhola na Escola Estadual de Ensino Médio Fernando Ferrari

Novembro 2015
 

 

 

Feira de Cultura Espanhola na Escola Estadual de Ensino Médio Fernando Ferrari

Uma feira para conhecer um pouco mais da cultura mágica da Espanha, assim foi a 1º Mostra de Cultura Espanhola,  na tarde do dia 27 de novembro na Escola Estadual de Ensino Médio Fernando Ferrari em Campo Bom.    Na programação um Café Literário com apresentações e distribuição de “regalos”, apresentações artísticas de danças e músicas típicas, degustação de pratos típicos espanhóis e oficina de “Pinãtas”.

A Prof.ª Helenise Ávila Juchem, Coordenadora da 2ª Coordenadoria de Educação, prestigiou o evento e ficou encantada com a qualidade dos trabalhos que vem sendo desenvolvido pela Professora Fabiana Silva de Freitas e demais professores, com os alunos dos 1ºs, 2ºs e 3ºs anos do Ensino Médio.  A diretora da escola, Mara Núbia Bilhalva Braum, também mostrou orgulho de ver os alunos envolvidos nas atividades e falando espanhol com desenvoltura.

Foto: Diretora Mara Núbia  e  Profª Helenise Ávila Juchem, Coordenadora da 2ª CRE, na degustação de pratos típicos.

Foto: Dança típica espanholas.

Foto: Alunos com a Prof. Fabiana Silva de Freitas cantando em espanhol.

Foto: Café Literário com apresentações e distribuição de “regalos”, pelos alunos do 3º ano.

Foto: Alunos representando os personagens de "Cem Anos de Solidão" de Gabriel Garcia Marquez.

Foto: Alunos do 1º ano - Oficina de Piñatas ou Pinhata, mas afinal, o que é Pinhata?

    A pinhata consiste em um balão, recheado de doces, totalmente coberta por papel crepon.   Trata-se de uma brincadeira, que normalmente, se dedica as crianças, contudo pode ser jogado  por adolescentes e também adultos. O participante da brincadeira é vendado e ele tem que tentar quebrar a pinhata com um bastão possibilitando assim a saída dos doces.

    A pinhata é muito popular no México, onde é comum em aniversários.  No Brasil a pinhata é popular na região nordeste, mais precisamente nos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e interior da Bahia, sob o nome de quebra-panela ou quebra-pote.

Colaboração dos alunos do 1º ano.