2ª CRE participa de Seminário Internacional de Escolas de Tempo Integral

24/03/2014 09:11

2ª CRE participa de Seminário Internacional de Escolas de Tempo Integral

 

 

Com a casa lotada, cerca de mil participantes do Seminário Internacional de Escolas de Tempo Integral se aprofundaram na temática, na última segunda-feira (24), na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. O Seminário foi uma inciativa da Comissão Especial da Assembleia para Tratar das Escolas de Tempo Integral e contou com autoridades nacionais e internacionais, que debateram sobre as vantagens de ampliar o tempo de permanência das crianças na escola. O seminário também comemorou o primeiro ano de vigência da Lei Estadual que regulamenta as Escolas de Tempo Integral no Estado.

Na última sexta (21), o Governador Tarso Genro anunciou, no Palácio Piratini, a implantação de mais 23 escolas de tempo integral, além das 30 já existentes no Estado. Na 2ª CRE, foi contemplada a Escola Poço das Antas, do município de Poço das Antas. A Escola Ivo Bühler, de Montenegro, já oferece educação em tempo integral desde o ano de 2010.

O secretário de estado da educação, Jose Clovis de Azevedo, ressaltou, na cerimônia de abertura do Seminário, a necessidade de a escola conceber a educação e o aluno de forma integral, não separando as atividades mais cognitivas daquelas mais culturais e esportivas. A educação em tempo integral precisa romper com o modelo de segmentação do conhecimento, frisa Jose Clovis, por que permanecer mais tempo na escola não significa “fazer a mesma coisa por mais tempo”, acredita.

Na mesma linha de pensamento, os painelistas e os componentes da mesa redonda defenderam uma educação integral que de fato conceba o aluno em sua integralidade. No primeiro painel foram trazidas as experiências gaúchas de Escola de Tempo Integral, pelas professoras Neusa Canabarro, Rosa Mosna, Rita Gattiboni e Marléa Alves. No segundo painel foi abordado o modelo republicano de escolas de tempo integral no mundo, pelos professores Victor Manuell Caio Roque, Lia Faria, Virgínea Tort e pela deputada Juliana Brizola, que é autora da lei que regulamenta as Escolas de Tempo Integral no Estado do RS. A mesa redonda tratou das concepções de escolas de tempo integral e de educação integral, com as professoras Lia Faria, Jaaqueline Moll, Victor Manuell Caio Roque e Rita Gattiboni.

De acordo com a assessora da educação integral da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Marinês Pariz, o Estado é protagonista ao aprovar a lei que regulamenta as escolas de tempo integral e é também protagonista ao estender o debate a toda a comunidade “não se fechando em si e em sua proposta”, defende.

 

Jornalista responsável: Mariléia Sell