2ª CRE visita escolas em Capela e Portão

24/06/2014 15:47

 

 

 

Nesta terça (24) a coordenadora da 2ª CRE, Marinês Pariz, e a assessora pedagógica, Andreia Prestes, visitaram escolas em Capela de Santana e em Portão. O objetivo das visitas é conhecer a realidade de cada instituição e descentralizar os atendimentos. Assim, durante as visitas, as escolas expõem sua caminhada e apresentam seus avanços e suas dificuldades.

Na primeira escola do itinerário, a Almeida Ramos, de Capela, a diretora Adelaide Alves da Silva, mostrou as novas instalações. Os 593 alunos da escola estão sendo atendidos, temporariamente, no Centro Estadual de Educação Profissional Visconde de São Leopoldo (unidade de Capela), pois o prédio passa por uma reforma estrutural. Em conversa com professores e funcionários, Marinês explica a necessidade de recuperar as estruturas físicas das escolas: “a Seduc assumiu esse compromisso, porque a qualidade na educação também passa pelas estruturas físicas”.

Nas escolas de Portão: Adolfo Gustavo Krummenauer, Pedro Schüler e Portão velho, as equipes diretivas também mostraram as instalações físicas e comemoraram avanços como, por exemplo, os recursos recebidos pelo Programa Mais Educação. A diretora da Escola Pedro Schüler, Maria Soledad Rodrigues, repaginou totalmente a escola: “os recursos do Mais Educação melhoram a escola como um todo, todos os alunos se beneficiam”, diz Soledad.

Na Escola Portão Velho, a coordenadora do Programa Mais Educação, Deise dos Passos, também mostrou as melhorias oriundas do Programa, como as paredes grafitadas pelos alunos e a horta escolar. “A participação dos alunos fez com que eles passassem a cuidar do ambiente, zelar por ele”, destaca Deise. A Escola também está em fase de implantação da Rádio Escolar Portão Velho e, conforme Deise, os alunos estão muito ansiosos para participar.

A satisfação das escolas pela visita da coordenadoria ficava evidente. De acordo com a orientadora educacional da Escola Krummenauer, Raquel Nunes da Cruz, “é importante sentir que a CRE e as escolas são uma coisa só e que todas as instâncias estão trabalhando pelo mesmo objetivo”. Para Marinês, acostumada a participar ativamente da vida das escolas através da coordenação do Programa Mais Educação, “o chão da escola nos dá as respostas e nos alimenta enquanto gestores e gestoras da educação”.

 

 

 

Jornalista responsável: Mariléia Sell

 

Mais fotos