2ª CRE visita obras em escolas de Montenegro

18/10/2013 11:28

 

Na última sexta (18) uma equipe da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), composta pela coordenadora, Rosana Santos, a diretora administrativa, Ruth Kessler e a arquiteta, Aline Soares, cumpriram agenda de visitas a obras em Montenegro. Integraram a comitiva o coordenador de obras da Coordenadoria Regional de Obras (CROP), Gilberto Rucks, o fiscal de obras, José Carlos Teixeira, o coordenador da consulta popular do Vale do Caí, Ricardo Kremer, e as equipes diretivas das escolas Januário Corrêa, Álvaro de Moraes e Delfina Dias Ferraz.

A visita teve a finalidade de acompanhar o andamento das obras para avaliar o cumprimento dos prazos e a qualidade esperada dos prédios. De acordo com Rosana, houve uma alteração no fluxo de obras da Secretaria de Educação do Estado (SEDUC): “agora as empresas só receberão o pagamento pela execução das obras se elas forem plenamente aprovadas também pela 2ª CRE”. Essa mudança qualificará as obras das escolas Januário Corrêa, Álvaro de Moraes e Delfina Ferraz, cuja previsão de entrega é até o início do ano letivo de 2014. Rosana avalia que as obras de recuperação representam “um investimento na qualificação da educação e não apenas medidas paliativas, como os famosos puxadinhos”. Ela ainda acrescenta que o retorno dos alunos aos prédios de suas escolas deve ser com segurança e com toda a estrutura necessária a que têm direito.

Além de Montenegro, o Instituto Manoel de Almeida Ramos (Capela de Santana) e a Escola Engenheiro Paulo Chaves (Maratá) também foram contempladas com obras emergenciais. O investimento soma quase três milhões de reais.

 

Jornalista responsável: Mariléia Sell