90 mil alunos da região da 2ª CRE recomeçam as aulas

24/02/2014 11:11

 

As rotinas de 38 cidades da 2ª região escolar estão mais agitadas com o retorno ontem (24) de 90 mil alunos da rede estadual de educação. As 170 escolas espalhadas nos vales do Sinos, Caí, Paranhana e Taquari se prepara- ram para receber seus alunos de forma alegre e acolhedora. Este é o caso do Pedrinho, de São Leopoldo, que recepcionou seus 1.350 alunos com música e lanche especial no intervalo. A diretora, Lucimar Lopes Pedroso, disse que o recomeço foi tranquilo e comemora o quadro de recursos humanos, que está praticamente completo, e o amadurecimento pedagógico da escola. Lucimar explica que o ano de 2014 será muito especial, pois a escola comemora 60 anos de atividades em São Leopoldo. O vice-presidente do Grêmio Estudantil, Nicholas Porfírio Fetzner (foto), do 3º ano do Ensino Médio, está empenhado na construção de uma agenda de atividades culturais para o ano e acompanha de perto os anseios dos alunos, que, por sinal, “estavam muito ansiosos para voltar às aulas e reencontrar os amigos”.

A coordenadora da 2ª CRE, Rosana Chinazzo, acredita que o ano será produtivo. “Estamos

amadurecendo e avançando na reestruturação do Ensino Médio e fazendo debates pedagógicos qualificados com a rede”. A reestruturação tem como foco incentivar a pesquisa e a interdisciplinaridade. A intenção, explica Rosana, é formar cidadãos integrais, que saibam estabelecer relações entre os diferentes conhecimentos, que saibam ser críticos e que saibam se locomover em um mundo cada vez mais complexo. O novo currículo incentiva a produção de novos conhecimentos e não somente a repetição daquilo que a humanidade já acumulou, ou seja, “queremos que os alunos sejam capazes de criar e não apenas de repetir, queremos uma escola atenta aos novos tempos e as novas demandas sociais”. Para o avanço nos debates pedagógicos, foram investidos 45 milhões em formação continuada para os professores do estado do Rio Grande do Sul.

 

Chinazzo também celebra os avanços da rede nos últimos três anos: estamos recuperando a defasagem histórica do quadro de recursos humanos, contratando professores dos concursos públicos realizados em 2012 e 2013. Além disso, houve investimento na modernização tecnológica das escolas: foram entregues mais de 100 mil computadores para professores e alunos da rede estadual. Outro ponto a ser destacado, de acordo com Rosana, são as obras escolares: “a sociedade gaúcha sofreu um desinvestimento de décadas e esse quadro começou a ser revertido”. Somente na 2ª CRE estão sendo investidos R$ 26.658.000,00 em melhorias nos prédios escolares.

 

 

Jornalista responsável: Mariléia Sell