Escola Agrícola de São Leopoldo inaugura estufa orgânica

28/03/2014 14:49

Escola Agrícola de São Leopoldo inaugura estufa orgânica

 

O Centro Estadual de Educação Profissional Visconde de São Leopoldo está a um passo de construir uma horta totalmente orgânica. No último sábado (29) a comunidade escolar inaugurou uma estufa, com capacidade de produzir até oito mil mudas, sem o uso de agrotóxicos. O diretor da escola, Oldemar Kolling, explica que as próprias sementes são crioulas, ou seja, não sofreram nenhum tipo de mudança genética. O diretor esclarece que a horta da escola não utiliza aditivos químicos, mas que as mudas, na maioria das vezes, já vêm com venenos. “Agora sim, podemos dizer que nossa horta é totalmente orgânica”, comemora.

O Projeto da estufa foi desenvolvido pelos primeiros anos do curso de Agropecuária, orientado pela professora de Olericultura (hortas), Anelise Müller Campos. O projeto recebeu R$ 44 mil da Secretaria de Educação do Estado (SEDUC) e contou com as parcerias do Banrisul, que cedeu as sementes, da Petrobras, que cercou a horta, e da União Protetora do Ambiente Natural (UPAN), que prestou apoio técnico.

A produção da horta da Escola é destinada prioritariamente para consumo dos próprios alunos. São 170 almoços diários, além de todas as refeições para os 36 alunos que permanecem no internato. De acordo com o diretor, a ideia é, com o tempo, também produzir mudas para a comunidade.

Oldemar explica que a escola optou por esse projeto por acreditar que “a mudança de hábitos é inevitável e precisa acontecer através das escolas. Queremos começar a mudança pelos nossos alunos, que, por sua vez, a levarão para as comunidades, as famílias e as empresas”. A titular da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Rosana Chinazzo, prestigiou o evento e semeou hortaliças juntamente com os pais, alunos, professores, parceiros e comunidade.

 

Mais Fotos

 

Jornalista responsável: Mariléia Sell