Instituto Estadual Paulo Freire comemora 50 anos e inaugura sala multifuncional

12/08/2013 08:31

 

O Instituto Estadual Paulo Freire celebra na segunda-feira (12) seu cinquentenário de atividades na cidade de São Sebastião do Caí. E não faltam motivos para comemorar: além do aniversário, a escola está inaugurando uma sala multifuncional para alunos com necessidades especiais de aprendizagem. De acordo com a diretora, Priscila Ledur, a escola recebeu recursos do governo federal e estadual, o que permitiu a compra de diversas tecnologias assistivas, como, por exemplo, escaneadora que lê, computadores adaptados, impressora braile, jogos pedagógicos, livros, mapas, globo terrestre, ábacos, réguas, fitas métricas, teclados-colmeia, calculadoras adaptadas, entre outras.

A professora que atua na sala, Naura Dutra Fagundes, ressalta a importância deste investimento, pois, de acordo com ela, os alunos saem preparados para enfrentar um curso superior ou um emprego. “A escola oferece uma estrutura qualificada e capaz de atender as necessidades de cada aluno e posso afirmar que a inclusão é uma realidade na Escola Paulo Freire”.

O aluno Luís Fabiano Soares, do segundo ano do Ensino Médio, corrobora a fala da professora: “Este lugar significa muito para mim, aqui encontro o apoio necessário para realizar meus trabalhos e para acessar o mundo sem limites”. Luís lembra que há alguns anos a escola contava somente com alguns equipamentos mais manuais, como o reglete com punção. Com os investimentos na educação inclusiva, o mundo agora está mais ao alcance das pessoas cegas: “hoje não falta material didático adaptado para enriquecer as aulas”, esclarece Naura.

Os mais de 600 alunos lotaram o ginásio para homenagear a escola pelo seu aniversário. “Estou feliz pela escola e por mim por fazer parte desta história”, comemora a aluna Brenda Sofia Junges Rodrigues. A cerimônia de aniversário contou com uma bênção ecumênica, apresentações de alunos e professores do Programa Mais Educação, retomada histórica da trajetória da escola pela supervisora do Curso Normal, Maria José Fink, e muita música. Diversas autoridades locais prestigiaram o evento, entre eles o prefeito da cidade, Darci José Lauermann.

A titular da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) ressaltou, em sua fala, a importância da escola para a comunidade caiense. Resgatando a filosofia do patrono da escola, Paulo Freire, Rosana enfatizou o papel transformador da escola. “É a partir do microcosmo da escola que se transforma a sociedade, pois os alunos são os agentes sociais capazes de mudar aquilo que precisa ser mudado, questionar de maneira crítica aquilo que já não responde mais as demandas pessoais e sociais e agir de forma cidadã para transformá-las”. A coordenadora representou no evento o secretário de educação do estado, Jose Clovis de Azevedo, que também já foi professor da instituição.