Professores da 2ª CRE têm jornada intensa de formações

22/08/2014 10:41

 

Um dos eixos prioritários da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) é a valorização profissional do magistério. Entre as ações para valorizar a categoria está a formação continuada, investimento que já soma mais de 60 milhões, de 2011 a 2014. Os encontros de formação continuada ocorrem dentro da carga horária do professor, que pode utilizar um terço das horas trabalhadas para buscar especialização e para fazer o planejamento de suas aulas. Na 2ª Coordenadoria Regional de Educação a rotina de formações é intensa e quase diária, como se pode ver abaixo.

Nos dias 13 e 14 de agosto, no auditório do Colégio PV Sinos, em São Leopoldo, houve um encontro macrorregional sobre Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio. Sessenta professores das 10 escolas Técnicas da 2ª região escolar puderam refletir sobre os eixos estruturantes da Integração Curricular a partir do documento referência da Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio. A assessora da Seduc, Iara Aragonez, retomou conceitos como a interdisciplinaridade e a avaliação emancipatória, além de esclarecer dúvidas sobre o Pronatec.

No dia 15 de agosto, no auditório do Colégio 25 de Julho, em Novo Hamburgo, 115 professores responsáveis pelas bibliotecas escolares receberam orientações sobre ações e programas, como o Lendo Prá Valer, Autor Presente, Crianças e Jovens do Rio Grande Escrevendo Histórias, Trilhas da Leitura e Livro Didático. Além disso, foi retomado o manual das bibliotecas escolares, a gestão dos recursos e serviços, o tratamento da informação e a formação do acervo. A coordenadora das Bibliotecas Escolares na Seduc, Maria do Carmo Mizetti, e a bibliotecária da UFRGS e doutora em Pesquisa Escolar, Iara Neves, reforçaram também a promoção da leitura, a formação do leitor e a importância da hora do conto nas escolas.

No dia 18 de agosto houve o 5º Encontro de Professores de Educação Física, coordenado pela Unisinos e pela 2ª CRE. Cerca de 200 professores dividiram experiências do PIBID da Unisinos, da Feevale e do Unilasalle na Educação Física Escolar. Uma série de seminários temáticos e oficinas, como a educação física e as relações etnicorraciais; o Politécnico, o Pacto do Ensino Médio e os PCNs; a mudança nas regras esportivas; oficinas de tênis de mesa, de futsal, de esporte de aventura e de Futsal, ocuparam o dia dos professores, que, de acordo com o assessor do esporte escolar da 2ª CRE, Francisco de Menezes, compartilharam vivências e aprendizados de forma lúdica e participativa.

No dia 19 de agosto, houve formação para os agentes das ouvidorias das 30 coordenadorias regionais de educação do Estado, na Seduc. Sete secretarias estaduais passaram a contar com esse serviço, que será monitorado via sistema da Procergs, com a finalidade de garantir agilidade e transparência no serviço público estadual. De acordo com o secretário estadual de Educação, Jose Clovis de Azevedo e o ouvidor geral do Estado, Cassius da Rosa, o controle social é uma concepção moderna de gestão e mostra a preocupação que o governo tem com a participação da população na gestão do estado. O cidadão tem diversas maneiras de acessar o Estado para buscar sanar dúvidas, fazer sugestões, críticas ou elogios. Entre as opções estão o telefone, o agendamento de horário presencial com a responsável pela ouvidoria setorial da educação na Seduc, Rosana Chinazzo, ou via e-mail da ouvidoria, que pode ser encontrado no site da educação. O prazo para responder às demandas da população é de nove dias. A ouvidora da 2ª CRE é a professora Mariléia Sell.

Nos dias 21 e 22 de agosto as sete escolas da 2ª CRE que oferecem Curso Normal tiveram o IV Encontro de Normalistas, sediado pelo Instituto Estadual de Educação Assunta Fortini, em Barão. Com o título “Normalistas em Ação: da Amarelinha aos Jogos Tecnológicos” os participantes refletiram sobre o novo jeito de brincar, mediado, muitas vezes, pela tecnologia. Duzentos aspirantes a professor pararam para tratar de temas como “O lúdico e a autoestima na Educação Infantil e Séries Iniciais”; “Tecnologia, brinquedo e brincadeiras versus qualidade de vida”; “Do Folclore aos Jogos Tecnológicos” e “Hora do Conto”. O evento contou com a participação de palestrantes da Unisinos, da Uninter e da Universidade de Leon, na Espanha.

 

 

Jornalista responsável: Mariléia Sell

 

fotos: III Formação para Melhoria das Bibliotecas Escolares

IV Encontro de Normalistas