Seduc entrega ônibus para Escola Visconde de São Leopoldo

22/05/2014 10:02

Seduc entrega ônibus para Escola Visconde de São Leopoldo

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (22) a entrega de um ônibus para o Centro Estadual de Educação Profissional Visconde de São Leopoldo. A instituição que atende 210 alunos com cursos técnicos em agropecuária e técnico em florestas está localizada no bairro Feitoria Velha, em São Leopoldo. O secretário de Estado da Educação, Jose Clovis de Azevedo, entregou as chaves do veículo, no valor de R$ 150 mil, para o diretor Oldemar Kolling.

Em seu pronunciamento, Azevedo informou que a escola também já foi contemplada em 2013 com um trator (R$ 73 mil) e uma enxada rotativa (R$ 15 mil), além de um investimento de R$ 44 mil para a estufa do projeto de agroecologia na produção de mudas orgânicas. O secretário também disse estar orgulho dos alunos da escola que em breve irão participar de uma Feira Internacional no Peru para apresentação de uma pesquisa sobre plantas alimentícias não convencionais. Sobre o ônibus desejou que o veículo contribua na relação da escola com a comunidade regional. “Nosso objetivo é de que a Escola Visconde de São Leopoldo seja um referência para o Vale dos Sinos e para o Vale do Caí”, disse ao falar sobre a construção de um novo prédio que será erguido com recursos do Ministério da Educação (MEC).

O diretor Kolling disse estar emocionado com o momento porque este ônibus é mais uma ação que comprova a “reviravolta” das escolas agrícolas. “Eu tenho 36 anos de escola agrícola e achei que as coisas não iam acontecer, mas começaram a acontecer”, disse. O diretor relatou as melhorias da escola após a aquisição pela atual gestão dos equipamentos como encantadeiras, semeadeiras, ordenhadeiras e equipamentos de laboratórios. “Obrigada secretário Jose Clovis e seja sempre parceiro das escolas agrícolas”, finalizou.

Além dos pais, alunos e professores presentes no ato a coordenadora da 2ª Coordenadoria Regional de Educação, Rozana Chinazzo, a presidente do Conselho Escolar, professora Livete Guntzel e lideranças locais.

 

Fonte: site da seduc