Seduc faz formação em São Leopoldo nesta terça-feira

11/06/2013 09:56

  Para debater os temas leitura, pesquisa, inclusão e livro didático a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza nesta terça-feira (11), em São Leopoldo, O II Encontro de formação para melhoria das bibliotecas escolares, no auditório do Colégio São Luís. O encontro pedagógico é para professores responsáveis pela biblioteca da escola e professores de salas de recurso. São esperados mais de 170 professores, sendo um por escola da abrangência da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (São Leopoldo).

De acordo com Maria do Carmo Mizetti, assessora responsável na Seduc pela Equipe de apoio à Leitura, Livro e Literatura, o objetivo do encontro é orientar os participantes quanto à otimização de recursos materiais existentes, organização do acervo, descarte de livros com prazo de validade vencido e dinamização do espaço, buscando, desta forma, a melhoria da qualidade do atendimento realizado nas bibliotecas e proporcionar mais informação ao escolar e despertar interesse pela leitura e os livros. Além de Maria do Carmo, que além da intervenção fará oficinas com a assessora Alexandra Corso, haverá palestra com o escritor Cristiano Refosco.

A pauta do dia prevê informações sobre os seguintes temas:
- Orientações gerais sobre o funcionamento da biblioteca;
- Orientação sobre a catalogação, retirada, devolução e registro de livros;
- Disposição dos livros nas estantes;
- Acervo a ser descartado;
- Elaboração de fichas de empréstimo e cadastro de livros;
- Incentivo à leitura;
- Biblioteca e a inclusão social;
- Atividades culturais na Biblioteca Escolar;
- Atividades integradas na Biblioteca.

Refosco é fisioterapeuta e atua na área da Neuropediatria há 11 anos. Ficou conhecido pelas adaptações que fez das principais histórias infantis para as crianças com deficiências. Utiliza os contos infantis como uma ferramenta que visa servir de elo entre o universo das diferenças (nesse caso as deficiências). Por isso, utiliza-se deste recurso como uma forma de apresentar para as crianças com e sem deficiência, questões como inclusão, acessibilidade, respeito às diferenças.