Vieira assume a Educação com o compromisso de reestruturar a rede e implantar gradualmente o turno integral

02/01/2015 11:42

Vieira assume a Educação com o compromisso de reestruturar a rede e implantar gradualmente o turno integral

 

Empossado nesta quinta-feira pelo governador José Ivo Sartori, Vieira da Cunha assume a Secretaria Estadual da Educação com os desafios de melhorar a qualidade do ensino e implantar gradualmente o turno integral na rede pública do Estado.

Para isso, o novo secretário acredita ser necessário tomar um conjunto de medidas, que passam pela parceria entre o governo do Estado, governo federal, municípios, professores, funcionários de escolas e também pelas famílias de alunos. Outro ponto indispensável é a melhoria na infraestrutura da rede.

“Temos que preparar as escolas para a realidade do século XXI, dotá-las de recursos tecnológicos, para que as nossas crianças tenham um aprendizado de qualidade”, afirma Vieira.

Outro compromisso do novo secretário é com o ensino de turno integral. O começo deverá ser pelos CIEPs, as escolas projetadas e construídas durante o governo Collares para funcionarem em tempo integral, e que hoje, exceto a unidade de Canela, funcionam de forma convencional.

 

“São escolas que já têm a concepção arquitetônica e o espaço necessário para funcionarem em tempo integral. Nós vamos, imediatamente, consultar essas comunidades para que, a partir do ano letivo de 2016, possamos retomar o funcionamento dos CIEPs de acordo com o projeto original”, adianta Vieira.

 

Outra meta é a qualificação continuada do quadro de professores, com cursos de formação que aprimorem o corpo docente. Vieira também perseguirá o pagamento do piso do magistério, e classifica a parceria com a União como ponto indispensável.

 

“Nós não podemos continuar acumulando essa dívida com o magistério gaúcho. O piso é um direito previsto em lei federal que está em vigor. Não é favor, mas sim uma obrigação pagá-lo. Portanto, uma das primeiras medidas será contatar o novo ministro da Educação, Cid Gomes, para que ele me receba em audiência, com a brevidade possível, pois vou solicitar o apoio e a parceria a fim de que o Rio Grande do Sul e os demais Estados e municípios, que passam por dificuldades financeiras, possam ter o aporte dos recursos federais necessários para honrar a lei do piso. Estou convencido de que a parceria com a União é indispensável”, explica o secretário.

 

Vieira também saudou o anúncio feito pela presidente Dilma, durante sua posse, do novo lema do governo federal: “Brasil, pátria educadora”.

Nesta sexta-feira, primeiro dia de trabalho, o secretário reuniu o grupo técnico que participou do processo de transição.

Vieira da Cunha

Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Vieira da Cunha tem 54 anos e é membro do Ministério Público, aprovado em concurso. Já foi vereador da Capital, deputado estadual por três mandatos e deputado federal por dois mandatos. Desde 1981 é filiado ao PDT, justamente pelo compromisso que o partido tem com a educação. O novo secretário de Educação também presidiu o Departamento de Limpeza Urbana de Porto Alegre e a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE).

 

 

Fonte: site da SEDUC - RS