V Festival do Folclore da Escola Estadual de Ensino Médio Emílio Sander

Texto e fotos - Prof. Ricardo Maus Affonso (assessor  do Programa do Livro, Bibiotecas Escolares e Livro Didático da 2ª CRE) e Prof.ª Andrea Silva (assessora da Educação Afro da 2ª CRE)
 
 
 

A 2ª Coordenadoria Regional de Educação prestigiou  o V FESTIVAL DE FOLCLORE, realizado pela Escola Estadual de Ensino Médio Emílio Sander, em São Leopoldo.  Neste ano de 2017, o FESTIVAL teve como Projeto Multidisciplinar A ÁFRICA E SEUS MISTÉRIOS, que enfoca programação para os três turnos de seu funcionamento, envolvendo alunos, professores e a comunidade escolar, durante o período de 11 a 13-07-2017, terça a quinta-feira.  Resgatar, vivenciar e valorizar manifestações da cultura africana, relacionando sabedoria popular, através de diversas atividades folclóricas propostas em sala de aula, já se destacaram no primeiro dia da programação planejada, conforme a seguir:

 

-  DIA 11-07 Desfile de abertura das turmas da escola e suas Bandeiras dos Países representados e dramatização de contos africanos realizada pelos alunos;

-  DIA 12-07 Apresentação de bancas com artesanatos, comidas típicas, e testes de conhecimentos com alunos, chamados de QUIZ DO SABER;

-  DIA 13-07 Apresentação de danças folclóricas e samba enredo criado para o Evento.

 

Os Países africanos, que falam a Língua Portuguesa, seja como língua oficial ou não, entre outros, são lembrados nas ações do Projeto escolar.

As atividades são desenvolvidas de maneira individual e coletiva, através de consulta a familiares e fontes bibliográficas, leitura e ordenações de textos, apresentações, sessões de vídeos, dramatizações, trocas de receitas de culinária típica, jogos e atividades esportivas e pedagógicas, em geral.

Cada turma da Escola faz  representação de um país africano, através da escolha por sorteio, em reunião com a Comissão Organizadora do FESTIVAL.

As tarefas são expostas na sala de aula para que todos os alunos saibam como e quando deverão cumpri-las.

As turmas de 1º ao 5º anos ( séries iniciais ) e de EJA possuem tarefas resumidas em função de seus professores serem unidocentes e/ou estarem em períodos de avaliações.  As tarefas a serem cumpridas durante o FESTIVAL são decididas e pontuadas por uma Comissão avaliadora escolhida.

Os alunos de EJA, de 1º ano do Ensino fundamental ao 3º ano do Ensino Médio regular da escola, seus professores, Coordenação pedagógica e Direção, além de funcionários e familiares são participantes.

A Comissão Organizadora do FESTIVAL é formada por:  Professores Elaine Evaldt Machado, Everton Kafer Pereira, Janine Rossato, Simone da Rocha Ferreira, Gilmar Pacheco Fagundes, Jane Engel Correa e Ana Cláudia Triches.   

 

Foto: A Diretora da Escola Estadual, sede do Evento, Hildeburg Buhler  e o Professor Everton Kafer Pereira em recepção aos convidados.

Foto: Dramatização, por alunos da Turma 51, do Conto africano ODÉ, O CAÇADOR, representando REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO, como  País africano.

Foto: Alunos em preparação e concentração na dramatização a realizarem.

Foto: As Turmas das séries iniciais, 1º ao 4º anos, bem à frente na foto, e seus trabalhos sobre as Bandeiras de alguns Países da África, entre demais apresentações.  

Foto: Dramatização, por alunos da Turma 112, do Conto africano ALIZUÉ E A ÁRVORE DO ESQUECIMENTO, representando ANGOLA, como País africano.

Foto: A assessora Pedagógica da 2ª. CRE, Andrea Rodrigues Silva, em primeiro plano na foto,  acompanha as atividades de dramatização, em 11-07-2017, junto à comissão de avaliação indicada pela escola.  

Foto: A Vice-diretora da Escola e responsável pela Comissão Organizadora do Evento, Profa. Elaine Evaldt Machado, em traje típico vermelho, faz também o papel de mestre de cerimônia e apresentadora, durante toda a manhã de 11-07-2017, durante o V Festival de Folclore da EEEM Emílio Sander.

Foto: Alunos que estavam representando TUNÍSIA, após apresentação realizada e tarefa cumprida.

Foto: A caracterização de Professores da Comissão organizadora do FESTIVAL DE FOLCLORE chamou a atenção.